Saiba como fica a sua conta de energia elétrica após a instalação de painéis solaressaiba-como-fica-a-sua-conta-de-energia-eletrica-apos-a-instalacao-de-paineis-solares/

Na sua conta de luz, você já sofreu por causa do valor alto e bandeiras tarifárias? Esse problema vem se tornando cada vez mais frequente na vida dos brasileiros, graças aos aumentos realizados nos últimos anos. Estima-se que entre 2014 até o final de 2018, o consumidor pagará cerca de 44% a mais de acordo com o G1.

Este dado nos alerta que anualmente o acúmulo dos reajustes está impactando em nossas vidas juntamente com a escassez de água em alguns períodos do ano nas usinas hidrelétricas, mas existe uma solução para mudar esses números.

Utilizar a energia solar possibilita muitas vantagens, entre elas a redução da tarifa de luz. Ao instalar um kit fotovoltaico você consegue sentir a diferença no bolso logo no primeiro mês.

Um exemplo disso é a conta de luz do Sr. Arthur Peiker, morador de Taio –SC. Ele decidiu implementar a energia solar em sua residência com o objetivo de diminuir os gastos mensais e aproveitar todos os benefícios como: fonte renovável, investimento seguro, valorização do imóvel, fácil instalação, garantia de retorno e payback.

Você já deve ter pensado em todas essas vantagens, mas como funciona a cobrança após a instalação?

A seguir vamos explicar como você pode acompanhar na conta de luz, quanto de energia solar produziu e injetou na rede elétrica juntamente com o valor de crédito descontado.

Na imagem ao lado percebemos o valor que o Sr. Arthur pagava por mês, circulado na imagem está a quantidade de energia em Watts consumida.

Após a instalação do sistema fotovoltaico adequado ao seu consumo, a concessionária fez uma vistoria no seu kit e realizou a instalação de um novo medidor de energia elétrica.

Esse medidor é bidirecional, permitindo o registro da energia consumida pela sua unidade e qual é a compensação em forma de créditos que ele receberá na conta de luz ao injetar energia solar na rede elétrica.

Com tudo certo e o seu sistema solar funcionando, você sentirá a diferença logo na primeira fatura. Na imagem abaixo, é possível ver o valor consumido pelo Sr. Arthur após o funcionamento do sistema fotovoltaico.

Circulado em azul no exemplo, está o valor que você consumiu em energia elétrica da concessionária, no caso do Sr. Arthur, a Celesc é a empresa responsável. É importante checar na sua conta de luz qual é a concessionária e como as informações aparecem na sua fatura.

Na cor verde está o valor em reais que você recebeu como desconto pela injeção de energia do seu sistema fotovoltaico na rede elétrica.

No caso do Sr. Arthur, acompanhe na tabela como os valores foram calculados:

 

 

 

 

 

 

 

Percebeu como é fácil entender o valor que você consumiu e qual foi o crédito gerado? Para saber quanto de energia elétrica o seu sistema fotovoltaico está gerando, consulte nossa equipe técnica durante a instalação.

Ficou interessado em saber mais sobre a energia solar? Acompanhe nosso blog e confira todas as novidades.

E se você quer economizar como o Sr. Artur, solicite um orçamento ABAIXO.

Com a Renovigi você sabe em tempo real quanta energia seu sistema geracom-a-renovigi-voce-sabe-em-tempo-real-quanta-energia-seu-sistema-gera/
Já pensou poder acompanhar o quanto de energia é gerada em sua casa? Com os sistemas Renovigi isso é possível. Todos os geradores fotovoltaicos da marca possuem sistemas de monitoramento da geração de energia.
Estas ferramentas, demonstram as características de geração de energia do sistema fotovoltaico de modo remoto. Com elas é possível acompanhar à distância como está a produção de energia do seu sistema.

Além da visualização pelo Website, também são disponibilizados aplicativos gratuitos para celular (IOS/ANDROID), tornando mais prático e móvel o acesso ao sistema.

Os sites e aplicativos disponíveis para o monitoramento remoto são:

– www.renovigi.shinemonitor.com, App: Smart Client
– www.solarmanpv.com/portal, App: Solarman
– www.renovigiportal.com, App: Renoview
Cada site comporta uma linha específica de inversores, que é informada ao cliente no manual de cada equipamento.
Viu só que bacana? Com isso, você poderá ter maior controle sobre a sua fatura e ainda contar para os amigos o quanto de energia é gerada na sua casa ou empresa.
Energia que transforma: Renovigi sorteia sistemas fotovoltaicos para entidades carentesenergia-que-transforma-renovigi-sorteia-sistemas-fotovoltaicos-para-entidades-carentes/

Na manhã desta segunda-feira (30), a Renovigi Energia Solar realizou o sorteio de nove sistemas de geração de energia solar, que serão instalados em instituições carentes de diferentes regiões do país, através da rede de credenciados da marca.

A ação é um compromisso assumido pela Renovigi no começo do ano, de realizar a doação de sistemas conforme as metas batidas. No acumulado do primeiro semestre, foram 27 kW em geração de energia doados, distribuídos em nove sistemas fotovoltaicos com potência de 3kW cada.

Juntos, os sistemas podem gerar uma economia  mensal de mais de R$ 2.500, podendo chegar a até R$ 350 a menos na conta de energia de cada instituição, de acordo com a região onde está instalada.

O sorteio indicou nove empresas credenciadas à Renovigi Energia Solar, que terão a incumbência de indicar as instituições contempladas e realizarão a instalação de forma voluntária.

Mesmo que de forma tímida, a Renovigi busca, com iniciativas como esta, contribuir com o bem estar do próximo, como forma de agradecimento pelos resultados obtidos pela marca.

 

A ação foi transmitida ao vivo através do Facebook, confira:

Com novas fábricas, Risen Energy poderá se tornar a maior fabricante mundial de painéis fotovoltaicosrisen-energy-inicia-construcao-de-nova-fabrica-na-china/

A Risen Energy, fabricante chinesa de células e painéis fotovoltaicos, anunciou recentemente a construção de uma nova fábrica de módulos na província de Zhejiang, no leste da China. A fábrica está configurada para ter uma capacidade total de 5 GW.

A nova unidade terá um investimento total de cerca de $ 370 milhões, e a previsão é de que ela seja concluída dentro de dois anos.  A primeira fase já está em andamento, para uma capacidade  de 2 GW e deve ser finalizada em dezembro de 2018. Já a segunda etapa, para mais de 3 GW de capacidade, está prevista para terminar em agosto de 2019.

Classificada pela IHS Markit como nº 8 na fabricação de módulos em todo o mundo, a Risen Energy também ampliará sua capacidade de produção de células fotovoltaicas, com a construção de uma nova fábrica  na província de Jiangsu. Esta, deve ter 5 GW de capacidade de célula e 5 GW de módulos, para um investimento total de $ 1,23 bilhão.

Incluindo os dois projetos em construção, a Risen Energy terá uma capacidade total de fabricação de 5,5 GW para células e mais de 13 GW para módulos até 2022, o que poderá torná-la a maior fabricante de módulos do mundo.

4 benefícios que só quem usa a energia solar tem!-beneficios-que-so-quem-usa-a-energia-solar-tem

Economia de até 95% com os gastos de luz e muitas outras vantagens.

Existem muitas vantagens em utilizar a energia solar como fonte de energia na sua casa, empresa ou indústria. Já dizia o ditado popular que a grama do vizinho é sempre mais verde, só que no caso aquele seu vizinho que usa a energia solar está com mais verdinhas no bolso!

Isso só é possível porque com a instalação de painéis fotovoltaicos você consegue reduzir os gastos da conta de luz e muito mais, neste artigo confira 4 vantagens que separamos para você:

 

1. Investimento e maior rentabilidade que o banco

Alguns estudos demostram que investir em painéis solares pode ser uma ótima forma de fazer render o dinheiro, já que a compra possui um retorno de investimento de médio a longo prazo.

O rendimento médio projeto para a poupança em 2018 é de 6,5% enquanto a energia solar pode proporcionar de 10% a 30% dependendo do valor da tarifa pago na sua região, incidência solar e forma de investimento. Em média, a maioria das pessoas consegue reaver o valor inicial em apenas 5 anos!

Com alguns cálculos você consegue descobrir como o investimento pode proporcionar um retorno em poucos anos. Acompanhe abaixo a explicação:

Para fazer o cálculo é importante ter em mãos:

Com essas informações você consegue fazer uma projeção de quanto tempo levará para ter um retorno do valor inicial investido. Esse conceito também é conhecido pelos gestores e economistas como Payback.

Você ainda acha que energia solar não dá retorno financeiro?

 

2. Valorização do imóvel

A instalação de painéis solares pode valorizar a sua empresa, indústria ou residência. De acordo com as pesquisas realizadas pelo Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley nos EUA os sistemas fotovoltaicos podem proporcionar uma valorização entre 3% e 6% do seu imóvel.

Outro dado interessante é o divulgado pela Ong brasileira, Green Building Council (GBC) apontando que uma residência ou espaço comercial pode valorizar até 30% com a certificação sustentável.

Existem alguns tipos de certificação sustentável como Leed, Casa, Condomínio e Zero Energy que podem ser obtidas aqui no país através da GBC Brasil. No site da entidade você consegue saber mais sobre as categorias e como é feito o processo de análise da sua residência ou empresa.

3. Economia na conta de luz

Ao instalar um kit fotovoltaico a diferença é sentida no bolso, a partir do primeiro mês.  Com o sistema 100% ativo você pode ter uma economia de até 95% nos gastos com a conta de luz. Além disso, os painéis estão cada vez mais potentes, tecnológicos e menores enquanto os preços no mercado estão diminuindo.

Outro fator que contribui para a economia é a eficiência, marcas no mercado garantem até 80% de eficiência nas placas solares mesmo após duas décadas de uso, um exemplo disso é a Renovigi. Os produtos da empresa são aprovados pelo Inmetro e possuem garantia de rendimento de 25 anos!

Os materiais utilizados nos sistemas fotovoltaicos são altamente resistentes, suportando chuvas e ventos fortes o que auxilia a reduzir os custos com manutenção. E se você estiver pensando sobre o tamanho e espaço para instalação, é possível contar com uma solução a chamada geração compartilhada.

Utilizar a geração compartilhada, que permite que os créditos obtidos com a geração de energia solar sejam descontados em outra unidade consumidora. De acordo com a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e a Resolução Normativa Nº 687 existem alguns critérios que devem ser seguidos como:

Se a sua empresa, residência ou indústria tem alguns desses requisitos vale a pena conferir a resolução completa aqui e entrar em contato com uma empresa credenciada que realiza a comercialização e instalação dos painéis solares na sua região.

 

4. Sustentabilidade para o planeta

Com painéis solares na sua casa ou empresa você utiliza uma energia limpa, renovável e ainda ajuda a diminuir a poluição do meio ambiente. Somente em 2014 as casas e empresas brasileiras que utilizam essa tecnologia pouparam a emissão de 2,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono (gás carbônico ou CO2) para a atmosfera.

Com todas essas vantagens e benefícios que a energia solar proporciona dá para entender o porquê a grama do vizinho parece mais verde? Não deixe de aproveitar você também todos os benefícios que o sistema solar pode gerar na sua casa ou empresa. Se você ficou interessando em saber mais informações e como obter um kit fotovoltaico para a sua casa ou empresa acesse o link.

7 mitos sobre a economia de energia7-mitos-sobre-a-economia-de-energia/

Atualmente se discute qual a melhor forma de diminuir gastos com a conta de luz no final do mês, mas são medidas simples do nosso dia a dia que fazem toda a diferença.

Confira a seguir neste artigo, 7 mitos sobre economia de energia:

1. O chuveiro é o aparelho que mais consome energia na casa

Esse aparelho realmente consome mais luz quando está ligado, porém ao compararmos com outros eletrodomésticos como a geladeira essa regra não pode ser aplicada. Para alguns especialistas é a geladeira o aparelho que mais consome.

No final do mês o chuveiro não é o vilão sozinho. Dependendo do modelo da sua geladeira, se for mais antigo pode representar 22% da sua conta de luz de acordo com a Eletrobrás. Alguns estudos apontam que essa porcentagem pode chegar a 30% o que após 30 dias de consumo pode representar mais de R$50,00.

 

2. Abrir a geladeira várias vezes ao dia gasta mais energia?

Em geral o grande problema não é a quantidade, mas sim o tempo em que a geladeira fica com a porta aberta. Quando abrimos a porta do aparelho ocorre uma troca de ar entre o ar frio no interior e o ar quente externo.

Ao deixar a porta da geladeira aberta por muito tempo, ela precisa trabalhar mais para manter a temperatura ideal programada. É por essa razão que o aparelho gasta mais energia. Claro que aberturas desnecessárias podem contribuir para o aumento do consumo.

Outro ponto que devemos ter atenção é a obstrução das saídas de ar do aparelho e não colocar alimentos muito próximos para garantir a melhor circulação do ar. Essa medida simples pode evitar danos e economizar energia. Verificar a vedação das borrachas do aparelho também pode diminuir gastos com a luz no final do mês.

3. O ar condicionado é o grande vilão no consumo de energia

Os modelos mais novos são mais econômicos, mas os antigos podem ser considerados um dos vilões na conta de luz. De acordo com a Proteste trocar o ar condicionado velho e a geladeira pode proporcionar uma redução nos gastos de até 67%.

Outra dica importante vale para a compra ou troca do ar condicionado, faça os cálculos para saber qual a potência ideal para o seu espaço. Um exemplo que podemos citar é:

Comprar um equipamento de 7 mil BTUS para um ambiente que o recomendado é 9 mil pode gerar mais gastos do que economia no bolso. O aparelho terá que funcionar na capacidade máxima e não proporcionará tanta redução de custos mesmo sendo certificado pelo Inmetro.

Os modelos mais recentes de ar condicionado possuem dispositivos que diminuem a rotação do motor e gera maior economia ao chegar na temperatura desejada.

Outra dica é manter o filtro do seu aparelho limpo e realizar manutenções periódicas, já que a sujeira acumulada pode aumentar os gastos do aparelho.

 

4. Aparelhos em stand-by não gastam energia

Essa afirmação infelizmente é um mito, de acordo com especialistas deixar os plugs de aparelhos como a TV, Blue Ray ou DVD na tomada em stand-by gasta energia. O Inmetro afirma que cada eletrodoméstico ligado no modo stand-by pode proporcionar um aumento de cerca de R$2,00 ao mês na conta de luz.

O Instituto Akatu comenta que utilizar todos os aparelhos em stand-by pode gerar um aumento de 12% na conta de luz. Segundo Wagner Carvalho, desligar os aparelhos quando não estão sendo utilizados pode gerar até R$ 142 de economia por ano.

O mais indicado é tirar todos os dias os plugs da tomada para gerar uma economia significativa ao longo do ano. Uma dica para facilitar o dia a dia é conectar os aparelhos em filtro de linha que possibilite acionar um botão de on/off.

 

5. Usar T não prejudica o consumo de energia dos eletrodomésticos e não causa danos

O uso de Ts ou também chamados de Benjamins para adaptar aparelhos não é prejudicial em si, porém ao utilizar muitos aparelhos ligados na mesma tomada, isso pode ocasionar uma sobrecarga no sistema elétrico.

Sobrecarregar a parte elétrica de uma casa, prédio ou sala comercial pode gerar incêndios causando danos graves a estrutura do local e até ferimentos. Por isso, ao ligar aparelhos em um T tenha cuidado!

O ideal recomendado é não utilizar aparelhos com alta potência na mesma tomada como ferro de passar e aspirador de pó, por exemplo. Além disso, alguns especialistas orientam a calcular a carga que o T suporta e fazer quantos amperes os seus eletrodomésticos consomem.

 

6. Fluorescentes são as mais econômicas que as incandescentes? E as de Led?

As lâmpadas fluorescentes são mais econômicas e eficientes que as incandescentes e apesar do preço ser maior. Mas a preocupação com o uso das fluorescentes é o descarte e a emissão de gases como o mercúrio e chumbo.

Essas lâmpadas ao serem quebradas liberam gases que prejudicam o meio ambiente e podem causar problemas de saúde aos humanos. Já as lâmpadas de Led estão sendo cada vez mais utilizadas, mas você sabe o porquê?

As lâmpadas de Led chegam a ser 60% mais econômicas ao comparadas com as florescentes e até 90% em relação as incandescentes. Outro fator é a durabilidade, essa tecnologia pode ser usada por até 25 mil horas e uma fluorescente dura em torno de 8 mil horas.

A eficiência das lâmpadas de Led pode chegar a 98% já que o calor que ela produz é dissipado e o consumo de energia, revertido em luminosidade. A Durabilidade associada a eficiência tornam a Led mais econômica que as outras.

Uma das desvantagens das lâmpadas de Led é o custo comparado com as fluorescentes e incandescentes, porém o custo benefício faz valer a pena o investimento.

 

7. A energia solar é muito cara

Um mito que muitas pessoas têm é achar que a energia solar tem um custo elevado. O sistema fotovoltaico está se tornando cada vez mais em conta, além disso existem diversas potenciais diferentes que se adaptam ao seu consumo.

Você não precisa comprar um kit fotovoltaico com uma potência maior do que você gasta com energia elétrica. O mais indicado é você entrar em contato com uma empresa especializada e fazer um orçamento. Somente após a análise do seu consumo e incidência solar, um técnico apontará qual é o melhor kit para a sua residência.

Outro ponto importante é que ao utilizar a energia solar você contribui para o meio ambiente e ainda valoriza o seu imóvel. É isso mesmo! Uma pesquisa do Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley nos EUA apontou que sistemas solares podem valorizar de 3% a 6% uma casa ou empresa.

Agora que você já descobriu quais são os mitos e verdades sobre economia, confira 5 curiosidades sobre a energia solar. Neste artigo você vai conhecer projetos ao redor do mundo que falam sobre a energia fotovoltaica e obras de se admirar!

E ainda acesse esse artigo e descubra 4 benefícios que só quem utiliza energia solar tem!

Entre em contato com a Renovigi abaixo e tire suas dúvidas!

Qual é o tipo de sistema fotovoltaico ideal para a minha casa, empresa, indústria, ou propriedade rural? Descubra:qual-e-o-tipo-de-sistema-fotovoltaico-ideal-para-a-minha-casa-empresa-industria-ou-propriedade-rural-descubra/

Antes de comprar um sistema de geração de energia solar, você precisa analisar alguns aspectos, desde o valor disponível para a compra, quanto gasta com energia, fazer pesquisas de mercado, análise do potencial, posição solar do seu terreno ou empreendimento entre outros.

Confira na sequência algumas dicas e descubra qual é o melhor Kit para você:

 

Analise as marcas disponíveis no mercado:

Se você está com a intenção de adquirir um sistema fotovoltaico, pesquisar quais são as melhores marcas e o custo-benefício de cada uma delas é muito importante. Outro detalhe que não pode passar despercebido é a eficiência das placas solares e o tempo de garantia de cada item.

 

O local e a produção de energia:

É interessante analisar na sua residência ou empresa, qual é a redução na conta de luz esperada, já que dependendo da incidência solar cada região tem uma capacidade de geração diferente. Com a energia solar você consegue economizar até 95%, mas só um técnico conseguirá apontar qual será a porcentagem que você vai conseguir e qual será o melhor local para realizar a instalação.

 

Já decidiu quanto quer investir?

É importante analisar as contas e decidir quanto deseja investir inicialmente em um sistema fotovoltaico. Uma alternativa que auxilia nesse processo são os financiamentos ou condições de pagamento diferenciadas. Outra opção é comprar um kit menor, mas que o inversor tenha maior capacidade permitindo que mais placas solares sejam adaptadas e inseridas ao projeto inicial.

 

Quanto você gasta de energia elétrica?

Com base nas condições naturais do estado de Santa Catarina, a Renovigi separou 4 Kits para exemplificar qual é a melhor potência para a sua casa, empresa, indústria ou propriedade rural.

 

Opção 1: Ideal para quem gasta entre R$ 100 e R$ 130. 

foto: Kit 1900 (1.9KW).

 

O Kit 1900 (1.9KW) é uma ótima opção para quem paga a fatura de energia acima de R$100 reais. Ao instalar esse sistema solar você, consegue obter o retorno do investimento em poucos anos e ainda consegue economizar anualmente cerca de R$1.422,00.

 

Opção 2: Ideal para quem gasta entre R$ 140 e R$ 170.

foto: Kit 2500 (2.5KW).

 

O Kit 2500 (2.5KW) permite a você uma economia média anual de R$1.896,00. Esse valor pode significar um investimento com bom retorno financeiro, além de contribuir para a diminuição de gases na atmosfera e meio ambiente.

 

Opção 3: Ideal para quem gasta entre R$ 180 e R$ 250.

foto: Kit 3200 (3.2KW).

 

Já o Kit 3200 (3.2KW) pode ser um bom investimento para valorizar o seu empreendimento, além disso esse sistema pode proporcionar uma economia média anual: R$2.370,00

 

Opção 4: Ideal para quem gasta acima de R$250.

foto: Kit 4500 (4.5KW).

 

Este Kit 4500 (4.5KW) pode proporcionar uma grande economia de até R$3.319,00 na cotna de luz para a sua empresa ou indústria, podendo representar no final do ano a compra de equipamentos ou melhoramentos.

 

Agora que você já sabe qual é o melhor kit para você entre em contato com a Renovigi abaixo e tire suas dúvidas.

Técnicos da B&B Power visitam o Brasil para estudar melhorias nos produtos da marcatecnicos-da-bb-power-visitam-o-brasil-para-estudar-melhorias-nos-produtos-da-marca/

Equipe da fabricante de inversores visitou o país neste mês para entender as necessidades do mercado brasileiro.

Engenheiros da Moso/B&B Power, Robin e Allen, acompanhados do engenheiro eletricista da Renovigi, José Vitor Salm.
No mês de junho, recebemos a visita dos engenheiros da Moso / B&B Power, Allen e Robin, que vieram em nome da fabricante de uma das linhas de inversores Renovigi, com o propósito de estudar as necessidades específicas dos consumidores brasileiros.
 
Acompanhados da equipe de Suporte Técnico da Renovigi, os chineses visitaram diversas plantas fotovoltaicas instaladas no Brasil para entender o funcionamento da rede brasileira e oferecer produtos cada vez mais alinhados com o nosso mercado.
 
Os técnicos também vieram acompanhados da Coordenadora de Operações da B&B Power, Vicky Peng, que esteve reunida com a diretoria da Renovigi para novas negociações. Em maio, a chinesa também marcou presença no Encontro de Parceiros Renovigi, realizado no Rio de Janeiro.
Coordenadora de Operações da B&B Power Vicky Peng, em participação no Encontro de Parceiros Renovigi do Rio de Janeiro, ao lado do Diretor da Renovigi, Alcione Belache.
 
Dessa forma, a Renovigi visa oferecer produtos da mais alta qualidade mundial, com acompanhamento direto da diretoria e equipe de Suporte Técnico da empresa.
Produção rural com energia solar gera economia no bolsoproducao-rural-com-energia-solar-gera-economia-no-bolso/

A energia solar é cada vez mais utilizada no meio rural como uma alternativa para aliviar os custos altos. As propriedades rurais enfrentam diversas dificuldades, além dos custos com a produção, arcam com o deslocamento de mercadorias, água, luz e insumos. Ao buscar por uma alternativa que possibilizasse otimizar os lucros da propriedade, Felix encontrou na energia solar uma opção.

No ano passado, o morador da linha São Roque no interior do município de Chapecó, escolheu realizar um teste ao adquirir um sistema composto por apenas 10 placas solares. A finalidade era analisar como a captação e geração de energia se comportaria em sua propriedade.  Após alguns meses, Felix percebeu os resultados e como poderia explorar o potencial de energia solar na propriedade.

O proprietário realizou a compra de um sistema fotovoltaico que suprisse toda a demanda da propriedade e alimentasse a produção de leite e a fábrica de ração instaladas. Com isso, Felix passou a ter 160 painéis e gerar cerca de 43,2 KW na propriedade.

Felix costumava gastar com a conta de luz entre R$2.200,00 e R$2.500,00. Após a instalação do sistema o valor pago caiu para R$385,00. O potencial de energia máximo do sistema completo, só será sentido no mês seguinte, mas a diferença já pode ser percebida.

Outro ponto interessante abordado por Felix é o custo-benefício ao instalar os sistemas fotovoltaicos, pois em cerca de 5 anos o valor do investido será retomado.  Outra vantagem que Felix possui são os créditos na conta de luz ao gerar mais energia do que consome em um determinado período. Esses créditos podem ser acumulados e utilizados em até 5 anos.

Assista o vídeo da RenoTV com a matéria completa:

Geração Distribuída atinge 250 MW no Brasilgeracao-distribuida-atinge-25-mw-no-brasil/

Uma ótima notícia para o setor fotovoltaico! De acordo com a  Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil acaba de atingir a marca histórica de 250 MW de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica em residências, comércios, indústrias, edifícios públicos e na zona rural.

Hoje o país possui 27.803 sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede, trazendo economia a 32.924 unidades consumidoras, somando mais de R$ 1,9 bilhão em investimentos acumulados desde 2012, distribuídos ao redor de todas as regiões do país.

Em números de sistemas instalados, os consumidores residenciais estão no topo da lista, representando 77,4% do total. Em seguida, aparecem as empresas dos setores de comércio e serviços (16%), consumidores rurais (3,2%), indústrias (2,4%), poder público (0,8%) e outros tipos, como serviços públicos (0,2%) e iluminação pública (0,03%).

Em potência, os consumidores dos setores de comércio e serviços lideram o uso da energia solar fotovoltaica, com 42,8% da potência instalada no país, seguidos de perto por consumidores residenciais (39,1%), indústrias (8,1%), consumidores rurais (5,6%), poder público (3,7%) e outros tipos, como iluminação pública (0,03%), e serviços públicos (0,6%).

O presidente executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, ressalta que o crescimento da microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica é impulsionado por três fatores principais: a forte redução de mais de 75% no preço da energia solar fotovoltaica ao longo da última década; o forte aumento nas tarifas de energia elétrica dos consumidores brasileiros; e o aumento no protagonismo e na consciência e responsabilidade socioambiental dos consumidores.

“Celebramos com otimismo este passo histórico para a fonte solar fotovoltaica no Brasil, com a certeza de que teremos um forte crescimento do setor nos próximos anos e décadas. O Brasil possui mais de 82 milhões de unidades consumidoras e um interesse crescente da população, das empresas e também dos gestores públicos em aproveitar seus telhados, fachadas e estacionamentos para gerar energiarenovável localmente”, comenta Sauaia.

Para acompanhar de perto a evolução da microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica nos estados brasileiros, a Absolar desenvolveu um Ranking Nacional Solar Fotovoltaico, que compara as potências instaladas em cada unidade da Federação.Atualmente, o Estado de Minas Gerais lidera o ranking nacional, com 22,9% da potência instalada no país, seguido pelo Rio Grande do Sul (13,9%), São Paulo (13,5%), Ceará (5,9%) e Santa Catarina (5,9%).

Conheça o programa Minha Energia Vem do Solconheca-o-programa-minha-energia-vem-do-sol/

A Renovigi Energia Solar é uma empresa brasileira que surgiu em 2012 com o propósito de oferecer soluções, inovação e sustentabilidade para o mercado de energia solar. Atuante em todo o território nacional realiza a venda e a instalação, através de seus parceiros credenciados, de sistemas geradores de energia solar fotovoltaica.

A Renovigi com suas soluções atende à demanda de residências e condomínios, indústrias, estabelecimentos comerciais e agronegócio. A empresa tem se destacado no setor em Santa Catarina e também no Brasil através de sua qualidade e credibilidade.

A energia solar possui diversas vantagens para os usuários além de proporcionar uma economia de até 95% em sua casa ou empresa e a redução da fatura de energia. Essa redução acontece devido a instalação de painéis fotovoltaicos em sua residência ou indústria e o custo com a energia elétrica passa a ser apenas a tarifa mínima cobrada pelas empresas fornecedoras de energia elétrica.

Atualmente a empresa, que atua com uma rede de mais de 1500 credenciados, possui mais de 100 mil painéis solares instalados nas diferentes regiões do país, o que soma uma capacidade de mais de 25 MegaWatts em geração de energia limpa. Este total equivale ao consumo de mais de 15 mil residências brasileiras.

 

Como a energia solar funciona?

A energia solar consiste em um processo onde a radiação solar é captada através de painéis, que geram um efeito denominado de fotovoltaico, à partir do qual ocorre a geração de energia proveniente do sol. Após esse processo você terá em sua residência ou negócio uma fonte limpa e renovável que não agride ao meio ambiente.

A instalação da energia solar é realizada em um espaço que possua incidência constante de luz solar durante todo o ano, podendo ser aproveitados: telhados de residências, prédios, empresas e áreas térreas

Outro fator interessante é que para os sistemas de energia solar ligados à rede elétrica, que são comercializados pela Renovigi, a energia produzida que não for consumida no mês de produção,  fica disponível para ser utilizada em meses subsequentes, ou ainda, em outra unidade consumidora do mesmo CPF ou CNPJ do local da instalação.

 

Você já pensou em ter energia solar na sua casa ou na sua empresa?

A Renovigi lançou, no mês de maio, um projeto chamado “Minha Energia Vem do Sol” com o objetivo de incentivar a geração e utilização da energia solar. A intenção é beneficiar a população de Santa Catarina e oferece mil kits fotovoltaicos a um valor abaixo do mercado e já é considerado o maior e melhor projeto no estado.

Para participar do programa basta acessar o site Minha Energia Vem do Sol, escolher um dos conjuntos, realizar o cadastro e pronto, garanta essa oportunidade. A campanha permanecerá ativa até os mil kits disponíveis sejam vendidos. CONHEÇA O PROJETO

5 curiosidades sobre energia solar5-curiosidades-sobre-energia-solar/

A energia fotovoltaica vem sendo empregada em diversos empreendimentos e em casas, com um potencial de expansão crescente a cada ano que passa. Empresas que possuem ações visando a sustentabilidade energética também são beneficiadas com a possibilidade de um desconto no IPTU, o chamado IPTU verde – iniciativa que está abrangendo gradativamente as cidades brasileiras como: Tietê, Campos do Jordão, Salvador, Goiânia, Camboriú e entre outras. Cada um desses municípios define qual é a porcentagem de desconto concedida no IPTU.

Utilizar a energia solar, além de ser uma opção sustentável, também é uma forma de economizar – após a instalação, o consumo pode baratear em até 95%, de acordo com cada situação. Mas os benefícios e inovação vão muito além de uma solução moderna para um consumo ecológico de energia. Confira algumas curiosidades sobre a utilização da energia solar:

– A empresa francesa Wattway inovou com a implantação da primeira estrada solar do mundo!  Já são mais de mil metros cobertos por células fotovoltaicas que, ao final do projeto (que prevê mil quilômetros de pavimento com a tecnologia), gerará energia para 5 milhões de habitantes – cerca de 10% da população da França.


– A Índia inaugurou, em agosto de 2015, o primeiro aeroporto que opera 100% com energia solar. Os 46.150 painéis solares, instalados em uma área de 180 mil m², fornecem 12 MW de potência ao aeroporto, o suficiente para abastecer todas as funções operacionais. Com a instalação, o Aeroporto Internacional Cochin, em Querala, deixará de emitir cerca de 300 mil toneladas de carbono na atmosfera nos próximos 25 anos.


– O projeto Gardens by the Bay, em Singapura, conta com 18 super árvores artificiais das quais, 11 possuem geração de energia elétrica por meio de células fotovoltaicas. Com altura que varia de 25 a 50 metros, as árvores além de gerar energia também são jardins verticais – coletando água da chuva e auxiliam na ventilação de estufas e moderadoras de temperatura.


– Uma revolução no fornecimento de energia fotovoltaica foi a possibilidade de geração mesmo durante a noite. Cientistas de duas universidades chinesas vêm desenvolvendo uma tecnologia com material LPP (Long Persistent Phosphor) que permitirá captar a luz do sol durante o dia e armazená-la para conversão noturna.


– Cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia Roorkee descobriram recentemente que um pigmento chamado antocianina, encontrado em mirtilos, framboesas, cerejas e no jamelão, é capaz de absorver a luz do sol e pode ser convertido na fabricação de células solares. A ideia é utilizar corantes naturais com a antocianina do jamelão, por exemplo, para produção mais barata de painéis solares.

 

Venha inovar você também! Entre em contato conosco e descubra qual a melhor solução em energia renovável para sua residência ou empresa!