58443351_2526328710712913_161540690734481408_n

A instalação de um sistema solar, doado pela Renovigi Energia Solar, permitirá que a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Chapecó, economize significativamente o custo que teria com energia elétrica. O sistema que foi instalado por meio de parceria com voluntários da própria empresa, da Nord Electric e de alunos de engenharia da Uceff, permitirá que a Apae reduza o gasto mensal com energia elétrica em mais de 80%.

No total, foram instalados 104 módulos fotovoltaicos de 320 watts e dois inversores, o que possibilita a geração de 33,28kWp (kilowatt-pico). A instalação também consta de dispositivos de proteção e cabeamento, juntamente com aplicativo remoto wifi, que permite monitorar em tempo real a quantidade de energia gerada.Os módulos fotovoltaicos foram fabricados pela Risen Energy, listada entre as maiores fabricantes mundiais do segmento, enquanto os inversores são de marca da própria Renovigi. A equipe de voluntários instalou os equipamentos em fins de semana, entre 20 de janeiro e 6 de abril. Caso a instalação completa tivesse que ser paga pela Apae o custo total seria de aproximadamente R$ 160 mil.

De acordo com os engenheiros eletricistas Leonardo Rodrigues, da Renovigi, e Anibal Vargasda Nord Electric, a economia da Apae com o sistema fotovoltaico – considerando as características próprias da instalação feita e a continuidade do pagamento da taxa de disponibilidade e da diferença de ICMS para a energia excedente, poderá chegar a 88%. Em uma fatura de energia que atualmente está na média de R$ 2.895,00 por mês, esse percentual representa R$ 2.542,00 na redução do custo médio mensal, ou seja, R$ 30,5 mil ao ano. “Como os módulos possuem garantia de geração mínima de 80% da sua potência total por, pelo menos, 25 anos, mesmo considerando a perda pode-se dizer que a economia, ao longo desse tempo, será superior a R$ 700 mil”, estima o engenheiro.

Contribuição também sustentável

A iniciativa da Renovigi, conforme o CEO Alcione Belache, resulta de decisão adotada no começo de 2017 para “agradecer pelo sucesso da empresa, quando começamos um projeto social de doação de sistemas a instituições para as quais a redução na fatura de energia realmente se revertesse em algo maior”. Dessa forma, em 2018 foram doados mais de 30 sistemas em várias regiões do país, um deles à Apae de Chapecó, cidade sede da empresa. “Para este ano, com previsão de continuarmos crescendo, certamente iremos superar o número de sistemas doados no ano passado”, indica o empresário.

Além da geração de energia para compensar todo o consumo da Apae, Alcione Belache destaca a garantia, com o sistema instalado, da redução da emissão de CO2, o gás carbônico ou dióxido de carbono, elemento químico que mais contribui para o efeito estufa. Especifica que cerca de quatro toneladas de CO2 deixarão de ser emitidos por ano com a geração própria pelo sistema implantado na Apae Chapecó.

Olhar para o futuro

Já o presidente da Apae, empresário Leandro Ugolini, diz que a entidade recebe a doação do sistema solar pela Renovigi “com muita alegria e satisfação, reduzindo o custo mensal e revertendo o valor em projetos de melhorias para os alunos, com retorno significativo a longo prazo”. Acrescenta que o novo sistema completa um olhar da Apae para o futuro via preservação, em vista de já terem sido implantados na sede da associação o aquecimento da água da piscina por placas solares, a iluminação com lâmpadas de LED, a captação da água da chuva e a produção de humos para as hortas com material orgânico.

Fonte: Extra Comunicação

Leave a Comment

Your email address will not be published.