problemas-que-voce-pode-enfrentar-ao-usar-modulos-fotovoltaicos-de-baixa-qualidade/

Problemas que você pode enfrentar ao usar módulos fotovoltaicos de baixa qualidade

Já ouviu falar na frase “o barato pode sair caro”? Pois é, muitos dos sistemas iniciam não apenas com a premissa de economia mensal e payback, mas também em instalar um sistema com um investimento inicial mais baixo. O maior erro, nestes casos, está na empresa que comercializa o sistema que, para oferecer um produto competitivo para o cliente, comete a falha de não verificar a qualidade dos painéis a serem instalados.


Mas o “ponto x” da questão está muito além do processo de comercialização para o cliente, já que é na indústria que a baixa qualidade dos painéis é aferida. Também em busca do baixo preço, muitos fabricantes  são desonestos no processo de seleção de matérias-primas e montagem, o que leva a sérios problemas no desempenho dos módulos e maior degradação física.


Veja abaixo alguns dos principais problemas apresentados por módulos de baixa qualidade, que podem comprometer o funcionamento do sistema. 

1. Microfissuras

 


 

 

 

 

As microfissuras são fissuras provocadas por pressão sobre os painéis fotovoltaicos. Estas rachaduras geralmente não são vistas a olho nu e são uma das principais razões para o mau funcionamento do painel solar, podendo até inutilizar as células atingidas. Algumas das causas são:

  • Células de silício de baixa qualidade;
  • Separação desproporcional de células (antes da montagem);
  • Durante a montagem (erros humanos podem ocorrer,  se o sistema não estiver totalmente automatizado);
  • Durante o transporte, se os painéis não são manipulados com o cuidado apropriado.
  • Caminhar sobre os painéis;
  • Efeitos de calor (se o painel não puder controlar o clima).

Embora as microfissuras cubram apenas uma pequena porcentagem da superfície da célula de silício, elas podem causar uma grande degradação de eficiência na célula.


2. Ponto Quente (Hot Spot)


 

 

 

 

 

Ponto quente é uma área aquecida no painel, causada por queda na corrente de saída em uma ou mais célula.


– O que causa um ponto quente?


Uma série de fatores podem causar pontos quentes, incluindo célula de eficiência distinta, micro-rachaduras em células, bloqueios ou sombras e uma variação na velocidade de degradação celular . Isso resulta em acumulação de calor, que, em casos mais graves, podem resultar em incêndios.

Um exemplo de incêndio motivado por ponto quente ocorreu em 2009, em uma empresa de logística localizada em Bürstadt, na Alemanha.


3. Delaminação




 

 

 

 

 

Delaminação é quando o suporte de plástico de um painel solar é separado do vidro e acontece com frequência em módulos que usam plásticos de baixa qualidade. Quando isso acontece, a água pode infiltrar-se no painel e causar danos extremos. As causas da delaminação são as seguintes:

  • Plásticos de baixa qualidade;
  • Problemas de fabricação (se o plástico não estiver corretamente derretido no vidro ou o vidro não for limpo antes da aplicação);
  • Pontos quentes;
  • Microfissuras;

A delaminação  permite que a umidade penetre no painel solar, o que pode causar uma falha irreparável, que requer substituição do módulo.

Renovigi e Risen Energy: qualidade comprovada

Para garantir a máxima qualidade nos painéis solares que comercializa, a Renovigi faz um processo criterioso para a escolha de seus fornecedores. Foi na China que, em 2012, iniciou uma sólida parceria da empresa brasileira com a Risen Energy, fabricante de painéis solares Tier-1. Escolhida a dedo, a fabricante de painéis solares recebe periódicamente a visita de diretores e engenheiros da Renovigi, que fiscalizam e atestam a qualidade no processo produtivo.

 

Alcione Belache, sócio diretor da Renovigi e José Vitor Salm, engenheiro eletricista, em visita técnica à fábrica da Risen Energy,  em 2017.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esperamos que este artigo tenha lhe auxiliado a entender um pouco melhor os riscos que painéis solares de baixa qualidade podem oferecer.

 

 


Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assine e receba as novidades por email!